Energia Elétrica, Hídrica, Eólica, Fontes de Energia e outros

Tipos de Energia mais Usadas no Brasil

Entre os tipos de energia mais usadas no Brasil atualmente se destaca a produzida pelo Petróleo, mas não podemos esquecer também da Energia Hidráulica, por meio das Hidrelétricas, e da Energia obtida pela Biomassa.

32

Chama-se matriz enérgica o conjunto de tipos de energia de que se vale um grupo de seres humanos – por exemplo, os habitantes de um estado, de um país ou do mundo – para alcançar seus objetivos.

Entre os tipos de energia no Brasil, algumas das características mais interessantes – e favoráveis – da matriz energética brasileira é o grande peso que tem nela energias renováveis – como a energia hidráulica e a energia obtida da biomassa.

Veremos um pouco sobre o uso do:

  • Petróleo;
  • Gás Natural;
  • Carvão Mineral;
  • Energia Hidráulica;
  • Energia Solar;
  • Energia Eólica;
  • Biomassa e outras fontes de energia consumidas no Brasil.

TIPOS DE ENERGIA MAIS USADAS NO BRASIL E SUAS PARTICIPAÇÕES NA MATRIZ ENERGÉTICA NACIONAL

O tipo de energia mais usado no Brasil é, segundo o MME – Ministério das Minas e Energia, aquele obtido do petróleo, que responde por mais de 35% das necessidades energéticas do país.

Petróleo - Tipo de Energia Mais usada no Brasil

Entre os inconvenientes dessa fonte de energia, estão o fato de que se trata de uma fonte não-renovável e o fato de que seu uso causa a emissão de gases poluentes que exacerbam problemas como o Aquecimento Global.

Juntos, o gás natural e o carvão mineral, também combustíveis fósseis, e, portanto, não-renováveis e responsáveis pela emissão de poluentes atmosféricos, respondem por cerca de 18% da energia total consumida no país.

Produtos da cana respondem por cerca de 17% da energia produzida no Brasil. Entre esses produtos, estão incluídos o álcool chamado etanol e o bagaço da cana, que pode ser usado na geração de energia elétrica.

Esses produtos têm a vantagem de ser fontes de energia renováveis, pois dependem basicamente do plantio, colheita e tratamento da cana-de-açúcar.

A energia hidráulica, ou seja, a energia que é obtida da água, por exemplo, das usinas hidroelétricas, fornece pouco mais de 12% da energia de que o Brasil faz uso. Entre suas vantagens, estão os fatos de ser renovável – a água é fornecida pelo ciclo da água, de que fazem parte as chuvas – e de, de modo geral, não emitir gases poluentes.

Entre os outros tipos de energia de que se serve o país, podem ser mencionados o carvão vegetal, usado em churrasqueiras e usinas siderúrgicas, a lenha, a energia eólica, produzida pelos ventos, a energia nuclear, fornecida pelo elemento radioativo urânio, e a energia solar, obtida da radiação do Sol que chega à Terra.



A participação de tipos renováveis de energia, que é grande na matriz energética brasileira, é ainda maior quando se trata apenas do consumo de energia elétrica no país. Perto de 83% dessa energia elétrica é produzida a partir de fontes de energia renováveis. Para o mundo, essa fatia é de apenas 23% – nos EUA, é de por volta de 15%.

A energia proveniente da água fornece sozinha mais de 67% da energia elétrica consumida no país. A biomassa, ou seja, matéria orgânica (excluídos combustíveis fósseis) fornece cerca de 9% da eletricidade do país. A energia eólica fornece cerca de 6% da energia elétrica do país. O urânio fornece cerca de 2% da eletricidade nacional.

Combustíveis fósseis, como derivados do petróleo, gás natural e carvão, respondem por aproximadamente 13% da energia elétrica de que o Brasil faz uso.

DESAFIOS FUTUROS DO PAÍS NO CAMPO ENERGÉTICO

Energia Biomassa - Tipos de Energia Mais Usados no Brasil

Como visto acima, o enorme peso que tem a energia hidroelétrica na matriz energética nacional é uma das principais razões para esta ter um alto índice de participação de fontes de energia renováveis.

Infelizmente, o potencial hidroelétrico do país deverá ser quase integralmente explorado nas próximas décadas, e energias de outras fontes terão que atender ao crescimento da demanda energética que o crescimento econômico e o crescimento populacional dos anos vindouros trarão.

Entre as energias renováveis das quais se espera que possam atender parte do aumento de demanda de energia, estão a energia eólica, da qual o Brasil é um dos dez maiores produtores do mundo, a energia solar, que, acredita-se, responderá por boa parte das necessidades residenciais de energia em 2050 e a biomassa – a produção de eletricidade a partir do bagaço de cana aumentou três quartos entre os anos de 2004 e 2014.