Energia Elétrica, Hídrica, Eólica, Fontes de Energia e outros

Economizar Energia na Escola

30

Para economizar energia na escola é importante fazer uso consciente dos equipamentos elétricos na sala de aula, dos professores, e em todos os ambientes escolares. Veremos a seguir 4 dicas para economizar energia nos ambientes escolares.

Cada vez mais usar sabiamente os recursos que a natureza põe à disposição da humanidade é de fundamental importância para a preservação da qualidade de vida das pessoas hoje amanhã e sempre.

Entre os recursos que devem ser usados com sabedoria está a energia elétrica, gerada a partir de fontes como biomassa, combustíveis fósseis, o urânio, a radiação solar que chega à Terra, a água das barragens das usinas hidroelétricas, etc.

Embora cerca de nove décimos do consumo de energia elétrica no Brasil sejam de origem hidrelétrica, portanto, renovável e razoavelmente limpa, há boas razões para acreditar que, em poucas décadas, o potencial hidroelétrico nacional terá sido integralmente aproveitado e outras fontes de energia.

Algumas fontes de energias não renováveis e/ou poluidoras, ganharão espaço na matriz energética do país, apresentando um novo problema à nação.

Mesmo atualmente, fatores como o preço da energia elétrica e o risco de desabastecimento elétrico devido a períodos longos de estiagem e baixo investimento na infraestrutura elétrica do país são razões de sobra para que as pessoas procurem fazer mais com menos e usar com sabedoria a energia elétrica para atender a seus objetivos.

4 DICAS PARA ECONOMIZAR ENERGIA NA ESCOLA

Economizar Energia na Escola - PROCEL

A escola é um dos locais onde podem ser feitos consideráveis avanços para economizar energia elétrica.

Um bom lugar para a conscientização de seus estudantes e funcionários e para a disseminação de dicas úteis para a economia de energia em seus lares, um esforço colaborativo dos profissionais e alunos que atuam na escola pode reduzir o gasto de energia nesse estabelecimento sem prejudicar o aprendizado.

A seguir, estão citadas quatro medidas que podem ajudar a economizar energia na escola:

01 – ILUMINAÇÃO DAS SALAS DE AULA E OUTRAS DEPENDÊNCIAS DA ESCOLA

Há muitas escolas cujos ambientes ainda são iluminados por lâmpadas incandescentes, sendo que as lâmpadas fluorescentes e de LED de alta potência, que podem cortar radicalmente gastos com energia em relação aos modelos mais antigos e garantir um fluxo de luz adequado à realização das atividades escolares.

Apagar as luzes de um ambiente antes de deixá-lo também é uma boa ideia.

02 – ECONOMIZAR ENERGIA DO AR CONDICIONADO NA ESCOLA

Alguns ambientes escolares precisam do uso constante do condicionado para o prolongamento da vida útil de equipamentos tais como computadores de salas de informática. Em outros ambientes, contudo, o uso do ar condicionado – ou mesmo sua instalação – deve ser alvo de uma cuidadosa análise de custo e benefício.

Se o ar condicionado tiver que ser ligado, verifique se as portas e janelas estão fechadas e se a temperatura ambiente está agradável. Quando o ambiente estiver com uma temperatura agradável desligue-o.

03 – TIRAR OS EQUIPAMENTOS DA TOMADA DEPOIS DE USÁ-LOS NA SALA DE AULA

Apesar do que muitas pessoas pensam, os aparelhos em modo stand by (ou mesmo desligados) gastam energia, apenas menos do que quando estão sendo usados. Com o tempo, esses constantes gastos de energia vão se acumulando e podem representar um consumo considerável de energia elétrica.

Ao sair de um ambiente, o ideal é desconectar das tomadas os aparelhos que não precisem ser deixados em funcionamento.

4 – COMPRE PREFERÊNCIA AOS PRODUTOS QUE POSSUEM SELO PROCEL

Equipamentos (lâmpadas, ventiladores, televisores, condicionadores de ar, ventiladores, etc.) com o selo Procel atendem a critérios mínimos de eficiência no consumo de energia.

O selo foi criado em 1993 como parte do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – Procel. Ele é executado pela Eletrobras e conta com parcerias com laboratórios, universidades e o Inmetro para a verificação do desempenho de aparelhos elétricos.

O selo Procel é também um trunfo para que os fabricantes que conseguem alcançar os critérios para sua concessão e ganham essa ferramenta gratuita de propaganda com grande apelo para os consumidores conscientes da necessidade de economizar energia.